Connect with us

Notícias de Filme

Como acertar as cores em seus retratos? – Filme Diário

Como acertar as cores em seus retratos?  – Filme Diário

A cor é um dos aspectos-chave de uma pintura de retrato impecável. As cores impactam na percepção das pinturas, de acordo com Retrato Nobreuma organização de artistas que dominam a seleção de cores para pinturas de retratos personalizadas.

É tão importante escolher a paleta certa para todos os itens da pintura, incluindo guarda-roupa, ambiente, iluminação, fundo e até os menores detalhes.

Se as cores forem selecionadas incorretamente, você não sentirá harmonia completa e talvez nem entenda o porquê. No entanto, para um artista experiente, a resposta está na superfície: a cor errada pode matar a atmosfera de qualquer retrato e arruinar a ideia quase completamente.

Estamos prontos para ajudá-lo e fornecer algumas recomendações, graças às quais você poderá obter as cores certas para um determinado retrato e combiná-las perfeitamente.

Teoria das cores: seu assistente na criação de retratos perfeitos

Compreender a teoria da cor continua a ser um ponto crucial para qualquer pintor. Diz respeito à interação e combinação de cores (dependendo de sua localização na roda de cores, elas podem ser análogas e complementares entre si, formar pares e tríades, etc.), bem como sua mistura dependendo das principais características, incluindo brilho , saturação e temperatura.

Claro, uma pintura é principalmente um vôo de imaginação e a revelação do potencial criativo. No entanto, não fará mal se certificar de que as cores que você selecionou são compatíveis.

Conhecer todos esses conceitos básicos ajudará você a obter as cores certas e transmitir a ideia e o clima do seu retrato. Além disso, gostaríamos de dar mais algumas dicas:

  1. Cada combinação de cores tem suas próprias propriedades. Ao apostar em cores semelhantes, obtém suavidade e paz. A escolha de cores complementares é um salva-vidas para quem busca transmitir força, energia e uma espécie de desafio.
  2. Não se esqueça dos tons neutros. Eles são muito importantes para qualquer tipo de pintura, incluindo retratos, porque criam um equilíbrio vital e ajudam a prender a atenção do público. Uma paleta completamente neutra para um retrato não é a opção mais bonita (e, francamente, não é a mais realista). No entanto, você tem mais liberdade para alcançar a harmonia através da presença de alguns neutros.

Lembre-se sobre a psicologia e o significado da cor

Sim, para pinturas de retratos, é necessário levar em consideração todos os aspectos da cor, incluindo as peculiaridades de sua percepção pelo público. Você provavelmente já notou que, ao olhar para diferentes pinturas, sente certas emoções e até uma mudança de humor. Na verdade, é assim que a cor funciona.

Quanto ao retrato, aqui as cores ajudam a entender a personalidade e até mesmo a formar uma atitude em relação à pessoa retratada na foto.

Então, olhando para o retrato, onde prevalecem tons claros e pastel, você sentirá calor e ternura. Uma paleta rica e brilhante ajudará a transmitir a energia, alegria ou autoridade característica do modelo. Um esquema de cores muito escuro e profundo será a melhor solução se você quiser se concentrar na elegância, no mistério ou no complicado mundo interior do assunto.

Ao selecionar as cores e suas combinações, não se esqueça das peculiaridades da temperatura da cor percebida pelo olho humano. As cores quentes (aqui queremos dizer amarelo, laranja, vermelho e a maioria de seus tons) tornam-se perceptíveis imediatamente, enquanto as frias (a maioria dos verdes e azuis) desaparecem no fundo e geralmente não chamam a atenção de uma só vez.

Estude os tons de pele com cuidado

Não pense que o tom de pele é algo rosa, bege ou apenas nude. Essa abordagem parece bastante infantil e, se você deseja pintar um ótimo retrato, é importante olhar mais fundo.

Os tons da pele humana são divididos em três grandes grupos:

Além disso, dentro desses grupos, você pode encontrar diferentes subtons desde o branco da neve e a pele translúcida muito pálida até muito escura e levemente brilhante. Para tornar o retrato realista e verdadeiro, é importante capturar esse tom com a máxima precisão e misturar as cores da pele corretamente.

As cores quentes (laranja, amarelo e vermelho) ajudam a obter um tom de pele quente; os frios também darão variações apropriadas. Usando principalmente o bege e o branco neutros, você obterá uma pele com uma aparência mais tonificada e texturizada que ousamos chamar de “envelhecida”.

Além disso, lembre-se das transições de tons na pele do rosto para tornar o retrato mais expressivo e realista. Por exemplo, a pele ao redor da boca geralmente adquire uma tonalidade avermelhada mais pronunciada devido à sua magreza. As sombras ao redor dos olhos, o padrão das orelhas, bem como a área ao redor das asas do nariz – aqui você precisará de um tom um pouco mais escuro para uma representação mais escultural.

Observe a moderação no número de cores que você seleciona

Hoje, as paletas disponíveis para os artistas são verdadeiramente ilimitadas. Então, você pode ceder à tentação de usar um grande número de tons é muito grande. Será melhor se um iniciante aderir ao princípio de “menos é melhor” ao escolher cores para misturar. Mais tarde, quando você começar a sentir melhor as cores e puder prever os resultados da mistura, poderá operar com mais tons.

Aprenda os princípios básicos da mistura de cores

Via de regra, o número de uma a três cores dominantes é o limite para os pintores. Em seguida, eles pré-misturam e ajustam seus tons para diferentes objetos e formas representados na tela. Olhando para a pintura, você pode notar como a mesma cor parece mais quente, mais clara, mais fria ou mais escura em diferentes partes do retrato.

Preste atenção na diferença entre misturar cores na paleta e na superfície da pintura. Como regra, as cores verdadeiras tornam-se mais opacas e turvas se forem superprocessadas na superfície da pintura. O principal é reconhecer as diferenças entre as misturas criadas na paleta e as misturas aplicadas na superfície úmida da pintura e usar esse conhecimento de acordo.

Preste bastante atenção ao fundo

O fundo é a base do retrato, então tome cuidado para escolher sua cor e aplicá-la antes de começar a desenhar diretamente. O tom certo criará a atmosfera certa, transmitirá o clima e garantirá a harmonia. Mesmo que a composição que você tenha concebido seja bastante densa e repleta de detalhes, não negligencie este momento, porque a cor de fundo será perceptível de qualquer maneira.

Você pode usar um fundo claro neutro ou branco ou um fundo colorido se harmonizar com o tom de pele e roupas da modelo. Outro aspecto importante é a pureza do fundo. Se for excessivamente colorido ou carregado, será difícil para os espectadores focarem no assunto.

Experimente, revele seu talento e aproveite a pintura de retratos!

Claro que na pintura, como em qualquer outra arte, você não pode alcançar a excelência em um segundo. Mistura imprecisa de cores, seleção de tom de pele com falha, sobrecarga de paleta – os erros podem ser diferentes. Mas corrigir cada um deles se torna mais um passo em direção à perfeição. Não tenha medo de experimentos e tentativas – eles lhe dão mais habilidades dia após dia.